Casa, de Warsan Shire

13 Set

Ponto Virgulina

Casa
Tradução: Tomaz Amorim Izabel

ninguém sai de casa a menos que
casa seja a boca de um tubarão
você só corre para a fronteira
quando vê a cidade inteira correndo também

seus vizinhos correndo mais rápido que você
fôlego sangrento em suas gargantas
o menino com quem você foi à escola
que te beijou e deixou tonta atrás da velha fábrica de latão
está carregando uma arma maior do que o corpo dele
você só sai de casa
quando a casa não te deixa ficar.

ninguém sai de casa a menos que a casa te persiga
fogo embaixo dos pés
sangue quente na sua barriga
não é algo que você já tenha pensado em fazer
até que a lâmina queimada ameaça entrar
no seu pescoço
e mesmo assim ainda você ainda carregou o hino sob
seu fôlego
só rasgou seu passaporte nos banheiros do aeroporto
soluçando enquanto cada pedaço…

View original post mais 799 palavras

Desafiando a Gravidade

24 Abr

Uma das mais belas vozes que já ouvi… pela voz da interpréte do seriado Gleee

Something has changed within me
Something is not the same
I’m through with playing by the rules
Of someone else’s game
Too late for second-guessing
Too late to go back to sleep
It’s time to trust my instincts
Close my eyes: and leap!

It’s time to try
Defying gravity
I think I’ll try
Defying gravity
Kiss me goodbye
I am defying gravity
And you wont bring me down!

I’m through accepting limits
”cause someone says they’re so
Some things I cannot change
But till I try, I’ll never know!
Too long I’ve been afraid of
Losing love I guess I’ve lost
Well, if that’s love
It comes at much too high a cost!

I’d sooner buy
Defying gravity
Kiss me goodbye
I’m defying gravity
I think I’ll try
Defying gravity
And you wont bring me down!

I’d sooner buy
Defying gravity
Kiss me goodbye
I’m defying gravity
I think I’ll try
Defying gravity
And you won’t bring me down!
bring me down!
ohh ohhh ohhhh!

Desafiando a Gravidade

Seja ela qual for

A Partida

11 Out

Dei ordem de irem buscar meu cavalo ao estábulo.
O criado não me compreendeu.
Fui eu mesmo ao estábulo, ensilhei o cavalo e montei.
Ao longe ouvi o som de uma trombeta, perguntei o que significava aquilo.
Ele de nada sabia, não ouvira nada.
No portão deteve-me, para perguntar:
– Para onde cavalga o senhor?
– Não o sei – respondi -. Apenas quero ir-me daqui, somente ir-me daqui.
Partir sempre, sair daqui, apenas assim posso alcançar minha meta.
– Conheces então, tua meta? – perguntou ele.

– Sim – respondi eu -. Já disse. Sair daqui: esta é minha meta.

– Franz Kafka

A Man of Arms and His Horse. Ernest Meissonier  1815-1891

A Man of Arms and His Horse. Ernest Meissonier 1815-1891

Sobre os satélites

13 Set

Um dia, se calhar, também eu fui atingido (em dado momento) por um fragmento vindo do espaço.
Não sei se foi apenas um ou se foram muitos os fragmentos,
Não sei se eram pedaços especificos (circuitos electronicos?, metal?)
Sempre acreditei-me um planeta, será mesmo assim?
Gostava de saber identificar prontamente as mensagens subliminares,
Será este o caso?
Sim? Não?
Afinal somos planetas? somos satelites? só sei que vivemos em galáxias…
tudo é tão grande, tão belo…
Já lá vão alguns bons anos desde que ouvi pela primeira vez Recovering the Satellites…
Ouvi-la hoje é igual as centenas de vezes que já a ouvi…

recovering?

recovering?

Gonna get back to basics
Guess I’ll start it up again
I’m falling from the ceiling
You’re falling from the sky now and then
Maybe you were shot down in pieces
Maybe I slipped in between
But we were gonna be the wildest people they ever hoped to see
Just you and me
So why do you come home to this sleepless town
Its a lifetime commitment
Recovering the satellites
All anybody really wants to know is…
When you gonna come down
Your mother recognizes all you’re desperate displays
And she watches as her babies drift violently away
til they see themselves in telescopes
Do you see yourself in me?
Were such crazy babies, little monkey
Were so fucked up, you and me
So whyd you come home to this faithless town
Where we make a lifetime commitment
To recovering the satellites
And all anybody really wants to know is…
When are you gonna come down
She sees shooting stars and comet tails
Shes got heaven in her eyes
She says I don’t need to be an angel
But I’m nothing if I’m not this high
But we only stay in orbit
For a moment of time
And then you’re everybodys satellite
I wish that you were mine
So why do you come home to this angels town
Its a lifetime decision
Recovering the satellites
Everybody really knows for sure…
That you’re gonna come down
That you’re gonna come down

Lyrics and music by  Counting Crows

Maturidade

22 Fev

Não me pergunte o que sou, pergunte no que me quero tornar.

Aprender

22 Nov

“A coisa principal da vida não é o conhecimento, mas o uso que dele se faz”.

Talmud